FEMINICÍDIO: homem é condenado por matar ex-mulher em Joinville

961

Ocorreu nesta última terça-feira (16) em Joinville, o julgamento de Rodrigo José Pereira Lima, de 32 anos, declarado culpado pelo assassinato da ex-companheira, Agatha Christie Mafra, de 29 anos.

O crime ocorreu em setembro de 2016, quando a vítima foi morta a tiros a caminho do trabalho, atingida uma vez na cabeça, e outra no tórax. O corpo foi encontrado no dia 11 de setembro (2016), por voltas das 7h, no bairro Petrópolis. Segundo Tânia Harada, delegada responsável pela Dpcami na época, Agatha já havia registrado boletins contra o ex em 2013, 2014 e 2015.

Segundo o delegado responsável na época, Dirceu Augusto Silveira Júnior, Rodrigo confessou o crime, e alegou que a motivação teria sido uma suposta traição da companheira, enquanto ainda estavam juntos.

O réu foi condenado a 26 anos de prisão, em júri popular, por homicídio qualificado por motivo fútil. Trata-se do primeiro caso em Joinville após ser qualificado o feminicídio. A juíza que presidiu o julgamento é Karen Schubert Reimer, e o réu não poderá recorrer a sentença em liberdade.

COMPARTILHAR