SAÚDE: Repasse Estadual para o Centrinho Luiz Gomes é insuficiente

830

O Centrinho Luiz Gomes, localizado em Joinville, é tido como referência no atendimento de crianças com fissura lábio palatina e deficiência auditiva. Dos pacientes atendidos no local, 80% são de outras cidades de Santa Catarina, e somente 20% são moradores de Joinville.

De janeiro a setembro de 2017, foram recebidos 131 novos pacientes na unidade, sendo 18 de Joinville, e o restante de outras cidades do Estado. Apesar disso, o Governo Estadual contribui apenas com 10% do total gasto mensalmente para manter o local, e os outros 90% são bancados pela Prefeitura de Joinville. Esse custo chega, em média, a quinhentos mil reais por mês, dos quais somente cinquenta mil são repassados então pelo Estado, e quatrocentos e cinquenta mil são pagos pelo município.

Além do Centrinho Luiz Gomes, outro local também especializado nesse tipo de atendimento fica em São Paulo, não sendo viável para os moradores de Santa Catarina, que se encaminham então para a unidade aqui de Joinville. Assim, o repasse Estadual acaba sendo insuficiente para cobrir a sua demanda.

COMPARTILHAR